Custo de vida em Melbourne – Austrália

Melbourne, no estado de Victória, Austrália, foi eleita por sete anos consecutivos a melhor cidade do mundo para se viver, segundo o conceituado ranking da revista britânica The Economist. O reinado absoluto da cidade por tanto tempo se deve ao elevado índice de pontuação que ela possui nos quesitos educação, infraestrutura, saúde, cultura e ambiente.

Com certeza você já deve estar pensando, morar em uma cidade assim deve custar um ou dois rins, certo?! ERRADO!

Apesar da altíssima qualidade de vida do local, os custos atraem cada vez mais estudantes estrangeiros devido ao alto nível das instituições de ensino australianas. Prova disso é a cidade também tem o título de terceira melhor do mundo para estudantes internacionais, segundo o QS Best Student Cities 2018.

Como em qualquer lugar do mundo, é fundamental organizar-se financeiramente para um intercâmbio na Austrália, essa talvez, seja a etapa mais demorada e cheia de pequenos detalhes. Sai na frente quem se organiza com antecedência, evitando custos elevados e minimizando imprevistos, para que sua experiência seja incrível.

Afinal, qual é o custo de vida em Melbourne?

Vamos ao que interessa! O próprio governo australiano divulga informes sobre a média de custos no país. A Universidade de Melbourne realizou um levantamento de cada item essencial para os moradores:

* Aluguel (compartilhado com pelo menos outros outros dois estudantes):

    * entre AU$860 e AU$1040;

* Transporte público:

    * média de AU$160;

* Alimentação:

    * Entre AU$320 e AU$600;

* Telefonia:

    * Entre AU$60 e AU$80;

* Contas (internet, água, luz e gás):

    * Entre AU$160 e AU$200;

* Entretenimento, lazer e compras:

    * Entre AU$200 e AU$320

Então, considerando os mínimos apresentados acima, você precisará de AU$1760 por mês para se manter na cidade. O Departamento de Imigração Australiano exige comprovação de um valor mínimo de AU$1691 mensais, pois o governo entende que essa é a quantia necessária para a cobertura dos gastos individuais de cada estudante no país.

O que pode influenciar no custo de vida durante meu intercâmbio?

Vários fatores podem influenciar na elevação ou diminuição deste custo mensal apresentado acima. É essencial considerar o seu padrão de vida no Brasil e se você pretende mantê-lo durante sua estadia. Se tem a intenção de conhecer outros países próximos na própria 

Oceania ou esticar até a Ásia. Se curte baladas noturnas ou se tem perfil consumista.

Todos esses fatores influenciam diretamente no seu orçamento e considerá-los é primordial para se organizar previamente.

Dica: o centro de Melbourne possui transporte público gratuito, portanto, se escolher morar dentro da “city”, poderá se deslocar sem custo algum pela “free tram zone”. Saiba mais sobre os famosos “trans” de Melbourne: Trans de Melbourne – Lindos e de Graça!

É importante lembrar que o visto de estudante permite com que você possa trabalhar na Austrália por meio período durante os estudos. Nas férias ainda poderá trabalhar por tempo integral, sendo assim, poderá ter um aumento do seu orçamento além da experiência de um novo emprego no exterior.

Mas se você quiser economizar ainda mais durante o seu intercâmbio, dê uma olhadinha no nosso post “Como economizar na Austrália”.

E se você tem interesse em vir para esse maravilhoso país, procure uma das melhores agências de Melbourne: We Link Education. Suporte em português, desde a escolha do curso até a aplicação do visto. Equipe extremamente organizada e vão tirar a parte chata e burocrática de um intercâmbio no exterior. E o melhor, todos os serviços são de graça, você só paga pelo curso e pelo visto.

Demais, né?!

Até breve!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *